12 julho 2007

... Pois é como estava prometido, e como hoje estou num daqueles dias em que não me apetece sair, aqui vai a história desta minha gravidez....
Depois de tomar o Lucrin Depot durante 3 meses seguidos, no dia da Consulta de Maio a Drª. Eduarda disse que a minha Endometriose tinha avançado de uma forma incrivel e que assim não havia viabilidade para se avançar para nenhum ttt, pois toda a estumulação que fizesse só poderia ainda ter resultados mais drásticos e fazer com que perdesse de vez qualquer hipótese de continuar a lutar por este sonho.
Ficou então combinado que levaria a minha situação a reunião de equipa e que dois dias depois diria o que havia sido decidido.
Como devem imaginar fiquei com o coração nas mãos e mais uma vez saí do consultório com um vazio tão grande e com uma vontade de desaparecer. No entanto, tive e tenho sempre ao meu lado o meu amor que tem sido uma pedra fundamental e que está sempre presente em todos os momentos, principalmente os mais dificeis.
Os dias até à médica me dizer o que havia sido decidido foram interminaveis; mas eis que me ligam e me mandam estar no hospital na segunda-feira seguinte para fazer uma aspiração ao ovário, pois segundo a opinião generalizada da equipa, essa seria a forma mais viável de podermos tentar outro ttt, outra ISCT.
E, conforme combinado, na 2ª. feira a drª. Eduarda estava à minha espera e fez-me a punção do endometrioma que tinha no ovário esquerdo. Logo nessa altura a médica receitou-me o Puregon para começar a estimulação; mas sempre com muitas reservas, pois não saberia se o meu ovário não se iria ressentir e não apareceria outro quisto.
Lá comecei a estimulação e quando fui fazer a 1ª. ecografia, lá estav o srº. qusito para me atormentar a minha cabecita.
Mas a médica falou comigo e disse que se a estimulação continuasse a correr bem o quisto seria novamente aspirado no dia da punção.
E nesse dia saí de lá com uma esperança pequenininha.
Na 2ª. ecografia a médica achou por bem introduzir o Luveris juntamente com o Puregon e, por isso, lá vim eu direitinha à farmácia para deixar lá uns valentes €€€.
Na 3ª. ecografia foi constactado que apesar do quisto continuar a crescer, o endometrio estava muito bem e que com a quantidade de foliculos poderia perfeitamente fazer a punção na 2ª. feira a seguir.
E assim foi, sem os nervos da primeira, chegamos lá bem cedo e como sou diabética fui logo a primeira a ser chamada. Depois de uam breve conversa com o anestesista e com a drª. Helena, sei que adormeci e quando acordei já tudo tinha passado.
A drª. veio à minha beira, disse-me que me tinham sido aspirados os quistos dos dois ovários, que eu já tenho a Endometriose no Grau V, ou seja, neste momento estou com uma Endometriose Severa e que me tinham puncionado 11 foliculos.
Dado a situação a médica até estava bastante satisfeita com o resultado.
No dia a seguir liguei para a bióloga que me disse que dos 11 tinham fecundado 9, mas mandou-me ligar na 4ª. para ver como estavam as coisas a evoluir. As notícias que ia tendo das conversas com a bióloga eram boas e, por isso, no dia 08 de Junho lá fui eu fazer a transferência.
Depois de uma grande espera, pois nesse dia o serviço estava "entupido" com tanto trabalho, eis que sou chamada e me deparo novamente com a drª. Helena, que para mim é das médicas mais amorosas que eu conheci, e me disse que estava tudo bem e que esperava que daí a 15 dias me pudesse dar uma boa noticia.
Os 15 dias seguintes foram vividos com alguma ansiedade e no sabado antes da análise o chão parece que me ruiu de baixo dos pés.
Quando fui à casa de banho parece que comecei a ver uns resíduos rosados e pensei; Lá vamos nós passar por esta angústia outra vez. Foi um verdadeiro pesadelo. Acho que nunca vi o meu marido tão em baixo, ele que é um lutador por natureza, perdeu ali todas as forças. Mas depois durante o dia isso não se voltou a repetir e a solução foi esperar até 3ª. feira.
Nesse dia eram 8 horas já estavamos no hospital para fazer a análise. Quando a enfermeira Susana me ligou a dar o resultado parece que nem tive reacçã. Só me lembro de perguntar: - Mas foi mesmo positivo? O meu marido ficou com um brilhozinho nos olhos, que eu nunca tinha visto. Ficou radiante. Eu fiquei sem fala e com as pernas literalmente a termer.
E agora vivo um dia desta minha, ou melhor nossa gravidez, de cada vez. Com alguns medos de não conseguir levar este estado de graça até ao fim, mas o que tiver de ser, será...
Quero agradecer a todas aquelas que me apoiaram e sei que me continuarão a apoiar e quero que saibam que continuarei sempre aqui deste lado e nunca esquecerei que conheci gente fantástica neste Mundo...
Continuarei sempre a dar notícias.
Beijinhos a todas... Vocês são e serão sempre a família que eu pude escolher...

09 julho 2007

Depois de uma grande ausência, e acreditem que me custou muito não dar notícias, aqui estou eu.
Não poderia estar mais FELIZ, finalmente consegui realizar parte de em Sonho,
Estou GRÁVIDA.
Não sei se vou conseguir levar esta gravidez a bom porto, mas quero-a viver na maior plenitude e conseguir partilhar com Vocês minhas Amigas de Luta todas as etapas desta grande felicidade.
Pormenores ficam para outro post.
Só para registar estou de 5 semanas e até ver está tudo bem.
Beijinhos a todas e desculpem-me a minha ausência, mas não quis dizer nada até ter a certeza que estava tudo bem com a minha Ervilhinha....