27 março 2009

E já vão...

....2 Dias que a Matilde fica desfeita em lágrimas no infantário.
A minha princesa sempre adorou e nunca lhe custou ficar, mas agora as coisas estão diferentes.
Anda numa fase, e depois de ter ficado comigo em casa a semana passada, que se pudesse fugia de lá a 7 pés.
Claro está que eu estou aqui com o coração apertadinho e o papá também não está melhor, pois foi ele que teve de a deixar lá naquele estado.
Aí o que eu dava para poder ir buscá-la e enchê-la de mimos, mas a vida é assim mesmo.
O que alivia é que vou poder estar 2 dias com ela.
Beijinhos a todas...
Carla

Desafio da Vizinhança

Ao fim de ter este cantinho há tanto tempo lá vou eu responder ao um desafio:

1 – Dizer o nome da pessoa que enviou o desafio

2 – Dizer 3 coisas boas sobre a vizinhança (ou sobre o local onde mora) e 3 coisas más
3 – Indicar o desafio a 6 pessoas

1 – E quem me enviou este desafio foi: http://diariomatilde.blogspot.com/

2 – Coisas Boas (só mesmo do local)

- É um Local muito sossegado, a Matilde pode brincar à vontade;
- Fica perto de tudo, com óptimos transportes;
- Da minha janela posso ver o mar.

3 – Coisas Más (Só querem mesmo 3???)

- A vizinha do 2º andar que faz da noite dia;
- O cão da minha vizinha do lado adora as escadas para fazer as necessidades dele;
- O barulho constante;
- ……

As regras são só 6 blogs mas quem passar por cá sinta-se desafiada.

Beijocas.
Carla

26 março 2009

Afinal a separação foi mais curta do que pensavamos, ainda bem. O papá ainda conseguiu apanhar o comboio e, por isso, veio dormir a casa na terça-feira. Para grande felicidade nossa. Quando o papá tocou à campainha, a Matilde, que estava quase a dormir, levantou a cabecita e começou-se logo a rir.
Viemos à porta e a "piquena" começou logo aos saltinhos e a dar gargalhadas de Viemos à porta e a "piquena" começou logo aos saltinhos e a dar gargalhadas de felicidade. O maridinho abraçou-se a nós, parece que já não estava connosco à anos...
Realmente, é nestas alturas, que apesar das nossas pequenas chatices, eu vejo que nós somos muito unidos.

A Matilde, desde que ficou doentinha, está mais mimada e faz cada perrice que ninguém a atura. Distribui porrada por toda a gente, a minha filha pensa que é o Hércules, se não a deixarmos fazer aquilo que ela quer, faz cada perrice, berra e puxa mesmo o coro. Está mesmo uma rufia aquela muida.

Mas hoje o pai disse que ela chorou tanto para ficar no infantário, que eu até fiquei com um nó na garganta. Coitadinha do meu tesourinho.

Já liguei e falei com a educadora, que me disse que ela estava bem, que notam que está mais mimalhita, mas que isso é compreensivel porque a princesa esteve doente e durante uma semana foi o centro das atenções. Mas na verdade, a Matilde é sempre o nosso centro de atenções e recebe muito, muito mimo.

Mas, quando ela olha para mim e começa a falar aquela linguagem dela, tão doce, tão fofinha e me começa a chamar mamã eu derreto-me toda e só me apetece desfazê-la de beijos.

Agora, queria deixar uma beijinho com muito Carinho e Esperança à Minha Querida Amiga Susaninha, és uma Verdadeira Mulher Guerreira. Acredito que um dia, o mais próximo possivel irás Alcançar o Teu Sonho. Tu mereces...

Beijinhos e aproveitem ao máximo o fim-de-semana enquanto o tempo primaveril dura.
Carla

24 março 2009

Saudades...

Meu amorzinho, Eu e a Matilde, estamos cheios de saudades tuas.
Volta depressa para a nossa beira.

Amamos-te como daqui ao Infinito e Voltar infinitas vezes....

Carla e Matilde

23 março 2009


Hoje não podia deixar de passar por aqui para assinalar esta data tão especial.

Quero deixar aqui muitos beijinhos de parabéns para a Melhor Irmã, Tia e Madrinha do Mundo.

Adoramos-te!!!

20 março 2009


A Matildinha esteve doentinha e como consequência disso ficamos as duas em casa esta semana.
Na quarta-feira, depois de a pipoca acordar com 39,5º, liguei para o pediatra que disse que teria que a levar às urgências para ser observada.
Como o papá não nos podia ir levar, pois está numa altura de muito serviço, lá fomos as duas de metro para o HSJ.
Depois de ser observada por uma pediatra, muito consciente, lá lhe foi diagnosticada uma infecção virica, que segundo ela me disse deveria desaparecer nos próximos 3 dias. Mas contudo para me manter alerta pois se persistisse teriamos de voltar lá para reavaliar a situação. Outra recomendação é que não poderia ir para o infantário pois poderia transmitir a virose aos amiguinhos.
E, assim, ficamos em casa o resto da semana.
Apesar de doentita a minha filhota esteve sempre animadita e a qualquer som de música começa logo a dançar.
Realmente, a minha filhota é um espectáculo.
A cada dia que passa está mais mimada e está mamãdependente. Nem quero imaginar como vai ser na 2ª. feira quando a tiver de deixar no infantário...Vai-nos custar tanto...
Mas, enfim ainda podemos aproveitar o fim-de-semana ao máximo e deixarmos essa preocupação para Domingo à noite, e também deixarmos para a mesma altura, o facto de o papá ir em trabalho 3 dias para Lisboa.

Bem isto hoje já parece um testamento, por isso, beijinhos e bom fim de semana,

Carla

Dia do Pai!!!


Para o melhor Papá do Mundo... O MEU!!!!

Paizinho muitos beijinhos da Tua Filhota, Matilde.

AMO-TE MUITO!!!!

17 março 2009

...Noticias Nossas…

Eu sei que tenho sido escassa nas notícias nossas, mas a falta de tempo e o cansaço dos últimos tempos, tem relegado certas coisas para segundo plano.
Na sexta-feira fui ao médico porque não conseguia manter os olhos abertos, fui-me diagnosticado uma conjuntivite alérgica nas duas vistas. O marido tem tido imenso trabalho, e a sua preciosa ajuda em relação à Matilde tem sido mais escassa. Diga-se de passagem que eu também ando muito mal habituada.
A Matilde está a cada dia que passa mais bonita, já corre a casa toda de pé, mas claro está ainda agarrada.
Ontem ficamos as duas em casa, porque só agora é que os senhores dentes resolveram dar um ar da sua graça e a minha menina ficou de rastos.
No Domingo de manhã fomos dar um passeio até aos Jardins de Serralves e depois do almoço quando chegamos a casa ela já estava muito choquinha e então reparamos que ela tinha dois dentinhos de cima a romper. Fiquei assim o resto do dia e de madrugada as coisas pioraram bastante e ela chorava tanto que até eu chorei. Não consigo ver assim a minha menina e ficar impotente, sem a poder ajudar.
Resumindo, como o papá no dia a seguir tinha um trabalho complicado, foi dormir para a sala e eu fiquei com a pequenita ao colo até às 4h da madrugada.
Ontem, ela dormiu até às 10h e quando acordou estava um bocadinho melhor, mas só queria colo, e eu andei com ela sempre agarrada a mim todo do santo dia.
Hoje depois de uma noite pessimamente dormida, sim porque a senhorita quis conversa de noite, retomamos à vida normal, eu vim trabalhar e a Matilde saiu logo de manha para o infantário.
Quando fico mais tempo com ela, custa-me separar-me do meu tesourinho, apesar de ela tomar o meu tempo como sendo o dela, ela preenche-me na totalidade.
Apesar de andar muito, muito cansada e de as coisas nem sempre correrem de feição e da melhor maneira, acreditem que não a trocaria por nada. Tenho uma Filha Maravilhosa, um Marido 5 *****, eles são sem dúvida o meu Porto de Abrigo e é com eles que eu recarrego baterias para o meu dia-a-dia.
Beijinhos para Todas que persistem em nos acompanhar mesmo quando as notícias escasseiam…

Até Breve,
Carla

05 março 2009

... Memórias...

Sim!!!!
Esta é a minha leitura da semana. Já o li 2 vezes (a primeira a 18 de Setembro de 2006) e ontem quando, depois de ter posto a Matildinha a dormir, fui arrumar o livro que tinha acabado de ler e vi este e senti que o queria ler de novo.
Trouxe-me tantas memórias, tantas angustias, tantos dias de desespero, tantas frustrações, à espero do nosso sonho. Quando o li pela primeira vez foi de facto uma grande ajuda e fez-me sentir que não estava só.
Agora que o comecei a (re)ler, sinto que sou uma pessoa abençoada, porque tenho aqui ao meu lado a Matilde - o Nosso Bem mais Precioso e o Meu Companheiro de Todas as Horas. O meu marido foi e é sempre o meu Porto de Abrigo, e apesar de na altura ter sofrido muito, fê-lo sempre em silêncio. Tentava sempre minimizar a minha dor... Esteve sempre presente para me amparar as quedas e todas as minhas desiluções.Mas o amor é assim mesmo, é darmos mais do que aquilo que esperamos algum dia receber, e disso tenho a certeza, O Meu Amor, deu-me mais do que eu algum dia lhe conseguirei dar. AMO-TE....
Continuo a ser Infértil, mas com a ajuda de profissionais maravilhosos, consegui ter a Matilde nos meus braços ao fim de 2 tratamentos.
Por isso, e sempre que falo com alguém, que tal como eu, sofre de problemas de Infertilidade, digo que Nunca Desista do Seu Sonho de ser Mãe...

P.S.: Queria só deixar aqui só um excerto do livro que eu adorei na altura, e que ainda continuo a ler sempre com um nó na garganta e as lágrimas a teimarem em me escorrer pela cara abaixo, pois define plenamente aquilo que sentimos e que muitas vezes não exteriorizamos.

"A infertilidade vive-se assim: numa casa sossegada e arrumada, onde não há chuchas ao pé dos grelhadores, bibes junto das camisas de seda, perfumes da Barbie ao lado do Chanel nº. 5, nem botas do Action Man na impressora. Não há, lamentavelmente."

Hoje tenho uma casa repleta de babetes, de brinquedos e do cheirinho da minha adorada filha e continuo a compreender muito bem estes sentimentos….

Beijinhos a Todas Minhas Amigas do Coração, Verdadeiras Guerreiras!!!