20 outubro 2008

1ª. Palavra da Matilde...
















Este fim de semana enchi-me de orgulho da minha menina, do meu Tesourinho. Com 8 meses e meio a Matilde disse a 1ª. palavra. E adivinham qual foi? - Mamã. Mas aquilo dito pela minha filhota é tão fofinho.
Sou uma mãe orgulhosa, nunca pensei que me fosse sentir tão feliz ao ouvir a minha pipoquinha a chamar-me mamã. E andou todo o fim de semana a olhar para mim e a chamar-me.
Filhinha, a cada dia que passa amo-te mais. Agora vamos lá a dizer Papá porque ele bem merece.
Vivemos em função de TI, és e serás sempre o nosso Grande Amor.
Beijocas doces,
Carla
Depois de acabar de ler o livro que vos apresentei na 6ª. feira, este é o "senhor" que se segue. Deixo aqui a sinopse deste, que espero me dê tanto prazer a ler como o último.

Sinopse
Baunilha e chocolate: um contraste de cores e de sabores... que, no entanto, combinam muito bem. Como acontece, por vezes, no amor. Como aconteceu com Penelope e Andrea, duas pessoas de carácter e sensibilidade muito diferentes que, apesar disso, se amaram, casaram, tiveram três filhos e juntos partilharam os altos e baixos de um casamento que dura já há dezoito anos. Mas a certa altura a mágica alquimia quebra-se: Penelope, cansada das muitas e mal disfarçadas traições do marido, desiludida com o seu comportamento egoísta e infantil, abandona-o para reflectir sobre a forma de salvar a sua união e para o deixar a braços com os mil e um problemas da família, que até àquele momento caíram apenas sobre os seus ombros. Agora é a vez de ele superar as dificuldades. Para Andrea é um choque, porque, no fundo, nunca deixou de considerar Penelope como a única mulher da sua vida, aquela com quem sempre pôde contar. Para ambos, a separação é a oportunidade para fazerem um balanço das respectivas existências, para olharem para dentro de si mesmos com uma sinceridade impiedosa e para reviver o próprio passado, tentando compreender a causa de tantos erros e de tantas escolhas mal feitas. Mas neste percurso penoso, emerge pouco a pouco aquilo que ambos sempre souberam: o amor que os uniu ainda está vivo. Ferido, maltratado, resistiu aos assaltos do tempo e pode ainda gerar alegria e felicidade.
Cheio de humor na descrição das cenas da vida quotidiana, doce e nostálgico na evocação do passado dos protagonistas, comovente na forma como regista as suas fraquezas tão humanas, Baunilha e Chocolate é a história que todos gostaríamos de ler… para não perder a esperança, para reencontrar a confiança, para compreender mais alguma coisa sobre nós próprios.

E a minha cor é....

YELLOW

You are very perceptive and smart. You are clear and to the point and have a great sense of humor. You are always learning and searching for understanding.

Find out your color at QuizMeme.com!

17 outubro 2008

E finalmente é fim-de-semana...
Desde o inicio da semana que andava a implorar que chegasse a 6ª. Feira depressa. Ando com uma constipação e com uma tosse horrível á quase 2 semanas. E, isto faz com que me sinta tão cansada e sem forças para nada.
A minha sorte é que tenho o meu Marido e a minha Irmã que estão sempre presentes para me ajudar em tudo.
A Matildinha já entrou nos 8 mesinhos e com eles vieram muitas novidades. Já começou a dar as primeiras gatinhadelas, recuperou o apetite, e tagarela cada vez mais. Está um verdadeiro espanto este meu Tesourinho.
Do infantário só continua a vir elogios e a cada dia que passa dou mais valor ao relacionamento que ela e a minha filha afilhada têm. Ela e a Leonor são verdadeiras companheiras em tudo.
Os dentes é que parece que querem continuar de férias embora cada vez se babe mais, e adora levar tudo o que apanha nas mãos à boca.
Este fim-de-semana se o S. Pedro ajudar vamos fazer um passeio diferente, no Domingo vamos ao Funicular de Guindais, o carro vai ficar em casa e só utilizaremos os transportes públicos. Nada de andarmos “louquinhos” à procura de estacionamento. Depois na segunda trago novidades e se possível fotografias do nosso passeio.
Espero também acabar de ler o livro que me tem acompanhado nos últimos dias, estou a adorar, Feminino Singular de Sveva Casati Modignani. Este livro é muito especial para mim porque está autografado pela própria escritora. Eu adoro todos os livros dela que já li.
Aqui fica uma sinopse deste livro:
Martina: uma figura de mulher «singular». Amada por uns e criticada por outros, toda a sua vida esteve sob o olhar inquisidor das gentes de Vertova, incluindo o das próprias filhas…No decurso da sua existência, dos anos quarenta aos nossos dias, através das mais complicadas vicissitudes, ela tentará encontrar o caminho para atingir a sua autêntica vocação de mulher – gerar a vida. Terá três filhas, de três homens diferentes, sem desposar nenhum deles.A sua morte súbita, nas vésperas do Natal, provocará um tremendo choque no seio familiar, e será Vienna, a sua mãe, a desvendar os mais íntimos segredos dessa mulher tão enigmática. Através do seu relato, descobriremos que afinal elas têm mais em comum do que pensavam: todas são mulheres atraentes e independentes, que amaram e se deixaram amar, e que decidiram, sobretudo, enfrentar os cânones sociais em prol de um bem maior – a maternidade.

Quero aproveitar ao máximo o fim-de-semana que passa tão rápido e quando nos apercebermos já passou e já é segunda-feira
Beijinhos a todas e aproveitem ao máximo estes dias de descanso!!!
Carla

14 outubro 2008

A minha Família....


A Matilde já recuperou o apetite, graças ás vitaminas. A cada dia que passa está mais desenvolvida a minha filhota. Já começou a gatinhar , agora ninguém a pára. Cada vez está mais traquina a minha pipoquinha.
A semana passada ficou 2 dias em casa doentinha, com uma tosse que até assustava, mas agora já está bem.

Deixo-vos aqui mais uma foto da nossa princesa. Nem acredito que já passaram 8 meses de vida em conjunto com a nossa menina.
A cada dia que passa o meu amor por Ela aumenta.
Beijinhos a todas,
Carla e Matilde

Petição para instituição do Dia Nacional da Fertilidade - 21 de Junho

Vamos todos assinar aqui: http://www.peticao.com.pt/dia-nacional-fertilidade

03 outubro 2008

A Matilde nunca foi uma bebé de comer muito, sempre foi um verdadeiro pisco, aliás como eu sempre fiz referência. No entanto, nos últimos 15 dias as coisas têm-se agravado e agora as horas das refeições são um verdadeiro martírio, tanto para ela como para nós.
Ontem, depois de a auxiliar do infantário me ter dito que à hora de almoço as “coisas” não estiveram famosas decidi que o melhor que tinha a fazer era ligar ao pediatra. Como sempre e com a simpatia a calma que lhe é devida o medico lá me disse para a pequenita tomar as vitaminas Protovit e se a situação se mantivesse após 8 dias para lhe ligar que ele queria-a observar.
Portanto, a mamã já foi à farmácia à hora do meio-dia e a “senhorita” Matilde logo começa a tomar as vitaminas.
Ontem à noite depois de muito insistir que a menina jantasse ela ficou maldisposta e acabou por vomitar tudo. Serviu-me de lição e a partir de ontem mais vale comer pouco do que muito e não ficar com nada.
Agora durante o fim-de-semana vou ver se o apetite que anda fugido lá para os lados da D. Matildocas regresse em grande força.
Bom fim-de-semana e na segunda trago as novidades todas.

Beijinhos doces
Carla e Matilde

01 outubro 2008

Meu Amor:
Passou um mês desde que a mamã te deixou pela primeira vez no infantário, aquele dia não vou conseguir apagá-lo mais da minha mente. Custou muito te deixar lá, a minha vontade era tomar-te nos braços e trazer-te comigo. Mas a vida não é assim e temos que nos adaptar às mudanças. E esta mudança fez-nos bem às duas.
Neste mês
Tu mudaste muito. Estás mais comunicativa, já queres começar a gatinhar e delícias qualquer pessoa com as tuas gracinhas. Deixaste de ser a Matilde sossegada que sempre fostes e passastes a ser uma menina reguila. Adoro a tua maneira de te exprimires quando queres alguma coisa e por algum motivo estamos distraídos e não te damos a devida atenção. E quando assim é, Tu brindas-nos com os teus gritinhos que parecem o de um gatinho assanhado.
Em relação ao comer as “coisas” também já estão melhores, a não ser para o leite a quem parece que abriste guerra.
Ontem, quando te fomos buscar ao final do dia ficamos deliciados ao ver a fotografias que tu e todos os meninos tinha à entrada, numa montagem onde todos estavam sentados num comboio e dava a boas vindas a todos. São nestas pequenas coisas que se vê que as funcionárias daquela instituição têm gosto naquilo que fazem. De todas as funcionárias da creche só tenho de agradecer a forma com te tratam. Um enorme bem-haja a todas….
A cada dia que passa Amamos-
Te mais e a nossa intenção, da mamã e do papá, é de proteger sempre a Nossa Princesa MATILDE…. Filha amamos-te como ir daqui ao infinito e voltar e ainda mais um bocadinho...
Com Amor,
Carla