29 dezembro 2008


Rinofaringite
Inflamação da faringe nasal, com origem bacteriana ou viral, sobretudo no lactente e na criança. Provoca febre moderada em geral de manhã, secreção nasal e faríngea e dificuldade em respirar.

Sintomas
Corrimento e obstrução do nariz, espirros, ressonar, tosse, febre, por vezes com inflamação dos olhos, dos ouvidos (sem otite declarada) e da traqueia, que agrava a tosse. São factores favoráveis a entrada em creches e escolas, o frio e a humidade, os erros dietéticos, a anatomia da criança pequena e a posição de deitado.

Pessoas mais em risco
É uma etapa obrigatória do desenvolvimento da imunidade nas crianças com menos de 7 anos.

Porque dói?
É a irritação da mucosa do nariz e da garganta que provoca a dor: sensação de picada ou de queimadura da mucosa faringea, deglutição difícil, tosse que causa dor e irradiação para os ouvidos, dores de dentes, mal-estar devido a obstrução do nariz, secura das fossas nasais. O soltar da tosse, muito útil no processo de cura, pode provocar dores e perturbar a respiração. A febre causa por vezes dores de cabeça latejantes. Podem surgir dores nos olhos ou musculares. Na criança muito pequena, são de recear complicações, como uma otite, uma rinobronquite ou uma laringite.

O que pode fazer?
• Lave o nariz com soro fisiológico ou utilize uma bomba própria para extrair as secreções nasais do bebé. Na criança mais velha, faça-a assoar-se para evitar otites.
• Controle a febre: não tente fazê-la baixar à força (a febre ajuda a destruir o vírus responsável), mas alivie o desconforto. Se a febre for superior a 39°C, dê à criança um banho com água com 2°C a menos que a sua temperatura durante 5 a 10 minutos. Repita, se necessário, ou aplique compressas húmidas. Utilize com moderação antipiréticos (contra a febre), como aspirina e paracetamol. Alivie o regime alimentar em proteínas, mesmo do leite (reduza o número de medidas para o mesmo volume de água). Mantenha a criança bem hidratada, sobretudo se for muito pequena. Não fume na sua presença. Areje o quarto, diminua a temperatura (20 °C no máximo), sobretudo se o aquecedor for eléctrico, pois seca o ar.
• Em caso de tosse, deite a criança com a cabeça mais elevada que o corpo ou suba a cabeceira da cama.• É imperativo consultar o médico em caso de uma primeira rinofaringite numa criança pequena, se tiver menos de 3 meses, febre alta ou mal tolerada, dificuldades respiratórias evidentes ou persistentes após 48 horas de evolução, se recusar a comer, se vomitar ou se tiver diarreia.




(festinha de natal do infantário)

...Pois é para além de muitas prendinhas no sapatinho este ano a Matilde apanhou também uma rinofaringite.

Ontem, como a febre chegava aos 39,5º. lá fomos nós com a princesa para o Hospital da Trofa. Nunca a tinha visto assim, estava tão vermelha, tão quente e tão babosa. Coitadinha mas apesar de tudo fazia um grande esforço para sorrir e só ao fim de ser atendida e de administrarem o medicamento para baixar a febre é que começou a chorar. A mim e ao pai cortou-nos o coração vê-la assim, sem podermos fazer mais do que já estavamos a fazer.
Mas depois a febre lá começou a dar tréguas e podemos finalmente trazer a nossa menina para casa.
No entanto, durante estas próximas 48 horas temos que observar todos os sintomas e se algum se agravar temos de voltar lá para que o caso seja reavaliado.
Em casa estamos os 3 doentes, eu e o meu amorzito estamos com uma "senhora" gripe.
Com isto da Matilde tenho novamente que ficar em casa, não há quem aguente, todos os meses tenho que faltar ao trabalho. Mas ontem a pediatra das urgências foi muito clara ao dizer que a bonequinha tinha que ficar em casa e não dava por isso autorização a que fosse para o infantário.

Mas como ela está tão frágil e com poucas defesas eu nem coloco a hipótese de me afastar dela nem por um segundo que seja...

RecadosAnimados.com



Desejo-vos um óptimo Ano de 2009 e que nunca desistam dos Vossos Sonhos.
Beijinhos,
Carla e Matilde

23 dezembro 2008

... AUSÊNCIAS...

... É verdade depois de tanto tempo de ausência regressei a este cantinho onde sempre me senti tão bem, onde fui sempre tão acarinhada.
Acreditem que esta minha ausência nada tem haver com o facto de me querer distanciar de todas vocês, minhas amigas, de quem sempre me apoiou em todas as alturas e principalmente nos momentos mais dificeis.
No entanto, a falta de tempo para cumprir todas as minhas obrigações e ainda desempenhar o meu papel de mãe faz com que alguma coisa tenha de ficar para trás.
Mas quero que saibam que nunca vos esquecerei, e que sempre que tiver disponibilidade passarei por cá para contar tudo sobre a Minha, ou melhor, a Nossa Princesa Matilde...
É que com o trabalho, a rotina da casa (e para dizer a verdade, o meu marido nisso ajuda-me muito), o pouco tempo que tenho, acreditem que é todo para dedicar ás pipoquinhas, a Leonor e a Matilde.
Até a leitura que é uma coisa que eu adoro anda um bocado posta de parte, no entanto, não queria deixar de partilhar com vocês um excerto do livro"Uma Questão de Fé" da Jodi Picoult que me deixou a pensar na verdadeira função de uma Mãe:

"... Talvez a função de uma mãe não seja proteger, mas sim estar presente quando o filho embate com toda a força... e depois amparar a queda quando está tudo acabado..."

Será mesmo esta a nossa verdadeira função enquanto Mães??? É uma pergunta que fica no ar!!!

E relação à Matilde, as novidades são muitas; caminha a passos largos para os 11 meses, já corre a casa toda gatinhar e já se mantém muito tempo de pé agarrada. O passatempo dela favorito é ir para o escritório e "destruir" todas as facturas que lhe aparecem pela frente. A rapariga vai ser contabilista!!!
Desde que ficou doente em Outubro que tinha acampado na cama dos pais. Conclusão: Só a senhorita é que dormia bem, pois nós passavamos umas noites que não é muito bom lembrar.
Por isso, de Domingo para Segunda-Feira, quando lhe dei o biberão de madrugada, e ela estava bem a dormir, deitei-a na camita dela. Resultado: ela dormiu toda a noite e os papás poderam finalmente ter uma noite digna de sono.
Em relação ao comer continuamos na mesma, ela faz cada perrice para comer que muitas das vezes chego mesmo a desesperar. O pediatra disse que ela está muito bem para a idade que tem e que na opinião dele eu não a deveria forçar demais, porque depois ela acaba por vomitar. então agora a menina só come o que quer. Mas depois durante a noite vinga-se na papa láctea da Cerelac, pois já não bebe o leite de lata desde os 8 meses. Chega a beber cerca de 400 a 500 ml por noite, acreditem que com 10 meses continua a acordar religiosamente de 3 em 3 horas, no máximo de 4 em 4.
De resto, é uma menina muito sociável, alegre, sendo a prima a companhia dela inseparável. Ela e a Leonorzinha são como duas verdadeiras irmãs. A Leonor adora brincar com a Matilde, enche-a de beijos e carinho a toda a hora e apesar de só ter 20 mesinhos não passa um dia em que não queira pegar na prima ao colo. Claro está que apesar de ter "muita força"a Princesa Leonor não dispensa a nossa ajuda para pegar na prima Tilde, como ela tão carinhosamente chama à Matilde.
Lá em casa temos 2 meninas realmente felizes, e isso salta à vista de qualquer pessoa, o que nos deixa também a nós felizes.
Este Natal vai ter um significado diferente, mais especial, pois vamos ter a Nossa Menina connosco e só isso já chega para ter outro significado.
Já compramos todas as prendinhas e agora o passatempo das 2 princesas é andarem à volta da árvore e porem aquelas mãozinhas de ratas por dentro dos embrulhos. Não podem ficar sozinhas nem por um segundo, senão o caos instala-se na sala.

Espero do fundo do coração que tenham um Santo e Feliz Natal e que o Pai Natal e o Menino Jesus vos deixe no sapatinho tudo aquilo que mais desejam.

Beijinhos doces,

Carla

27 novembro 2008

As duas princesas cá de casa...


Já há bastante tempo que queria escrever este post. Queria que vissem como eu tenho duas verdadeiras princesas cá por casa.
No entanto ainda não o tinha feito porque queria que a minha irmã desse autorização para publicar fotos da Leonor.
Digam lá se não são lindas estas pipoquinhas????
Como podem ver elas as duas dão-se como irmãs, andam sempre às turras uma com a outra, mas lá no fundo são inseparáveis.
Como andam no mesmo infantário passam muito tempo juntas, apesar de não andarem na mesma sala, de vez em quando lá uma ou outra foge para a sala onde a prima está.
Em casa já brincam as duas juntas, fazem perrices ao mesmo tempo, riem com o riso uma da outra e choram ao mesmo tempo.
A cada dia que passam estão mais crescidas e lindas.
ADORO-VOS HOJE E SEMPRE MEUS AMORES... PODEM CONTAR SEMPRE COMIGO.
BEIJINHOS COM MUITOM AMOR...

26 novembro 2008

... 295 Dias de Ti - Matilde...

Pois é ainda parece que foi ontem e já passaram esta imensidão de dias. A cada dia que passa sinto que estás mais independente, já gostas de estar sozinha a brincar e a "explorar" a casa toda. Já não és mais a menina que trouxemos do hospital, agora és toda despachada e gostas é de andar...
És uma criança afável, bem disposta, muito teimosa, uma verdadeira "gralha" a resmungar e muito madrugadora( para desespero dos papás).
Continuas, como desde a altura em que nasceste, a ser muito preguisoça para comeres, é um verdadeiro inferno. A senhorita pensa que se pode sustentar a leite, vejam lá a minha vida.
De resto, a cada dia que passa estamos mais apaixonados pela nossa filhota, é e será sempre a nossa grande prioridade fazer com que ela seja uma Criança Feliz, e modéstia à parte, acho que temos conseguido desempenhar bem o nosso papel de Pais o melhor possível.
No fundo o que interessa é ver sempre a Nossa Matilde com um sorriso estampado na cara. E acreditem, hoje em dia não há nada que me ponha mais bem disposta do que ver a minha menina feliz e me chamar mamã.

Por isso, digo-vos Sou uma Mulher Feliz....

Beijinhos com carinho a todas as minhas amigas do coração.

Até breve.

23 novembro 2008

O filme que vi no este sábado muito confortável no meu sofázito...

Gostei muito do filme, tem uma história muito leve e agradável e uma banda sonora espectacular.
Recomendo vivamente...

Passeio a Viana do Castelo

Boa noite... Enquanto a Matilde dorme consoladinha ao nosso lado na cama e o sono insiste em não aparecer decidi vir aqui colocar umas fotografias do nosso passeio a Viana do Castelo no Domingo passado.
O tempo estava óptimo e foi muito, muito agradável....

E aqui fica uma da minha menina a tirar a louça da máquina. A D. Matilde com esta idade já é muito, muito trabalhadora!!!


Beijinhos a todas e continuação de um óptimo fim-de-semana.....
P.S.: Martinha adorei falar contigo na sexta-feira à noite. Beijinhos cheios de carinho e muita Esperança.

21 novembro 2008

Final de Semana .... IUPI

Pois é hoje já é sexta-feira.... A semana até passou relativamente rápida
Vou aproveitar o fim-de-semana para por umas coisas em ordem, para ler um bocadinho, para namorar (porque também é preciso) e principalmente vou dar muitos miminhos á minha Matildocas.


No infantário onde anda a Matilde fizeram uma tômbola de Natal e são as crianças que estão lá a vender as rifinhas. Na quarta-feira foi o dia da minha Leonorzinha, que está tão mas tão linda a minha afilhadinha, mas ela estava toda vaidosa a vender- E não é que tem jeito!!!
Ontem foi a vez da sala da minha filhota estar responsável pela Tômbola. E então quando a fomos buscar ela vinha com um grande crahá a dizer: Responsável pela Tômbola de Natal, a safada até fazia peito para mostrar aquilo.
A cada dia que passa tenho a certeza que foi a decisão acertada em por a Matilde neste infantário.

Este é o livro que me tem acompanhado todos os dias. Estou a gostar muito. Aconselho vivamente.

Uma Questão de Fé
Acredita em milagres?


Sinopse
Em Uma Questão de Fé, Jodi Picoult lança-se uma vez mais numa temática polémica sobre fé, traição, milagres e mistério… mas o fio condutor da narrativa é sempre a força do amor maternal.
Pela segunda vez no seu casamento, Mariah White apanha o marido com outra mulher, e Faith, a filha de ambos, assiste a cada doloroso momento. Após o inevitável divórcio, Mariah luta contra a depressão e Faith começa a conversar com um amigo imaginário. A princípio, Mariah desvaloriza o comportamento da filha, atribuindo-o à imaginação infantil. Mas quando Faith começa a recitar passagens da Bíblia, a apresentar estigmas e a fazer milagres, Mariah interroga-se se sua filha não estará a falar com Deus. Quase sem se aperceberem, mãe e filha vêem-se no centro de polémicas, perseguidas por crentes e não-crentes e apanhadas num circo mediático que ameaça a pouca estabilidade que lhes resta.

Espero que tenham um óptimo fim-de-semana e que o aproveitem ao máximo.

Beijinhos doces,
Carla e Matilde

20 novembro 2008

Novidades Nossas...

Olá a todas as minhas amigas do coração que teimosamente me seguem. Peço desculpa pela esta minha ausência, mas as coisas nos últimos tempos não têm sido fáceis.
A Matilde em meados de Outubro teve uma gastroentrite que me obrigou a ficar em casa a tratar da minha menina e de seguida eu que não liguei a uma tosse fortissima apanhei uma pneumonia e também tive de ficar em casa.
Resultado disto quando regressei ao trabalho as coisas tinham mudado muito, um monte de restrições, cortes na internet fruto de uns chefes que na minha ausência ficaram com os ouvidos bem cheios de muita mesquinhez.
Fico triste porque hoje em dias cada vez mais as pessoas só vivem para tramar as outras. No entanto, como eu costumo dizer ao contrário de certas pessoas o meu local de trabalho é isso mesmo, mais nada. Em casa com a minha família é que eu sou plenamente feliz.

A Matildinha entretanto a semana passada ficou outra vez com gastroentrite, anda um virus muito forte no infantário e os meninos da sala dela andam todos de rastos com esta situação.
E lá fiquei eu mais uma semana em casa. Mas acreditem cada vez mais tenho a noção que o que eu queria mesmo era exercer a minha função de mãe a 100%. Se pudesse largava hoje mesmo, neste preciso instante o meu trabalho para me dedicar somente á Minha Família...

A Matilde está quase a fazer 10 meses, a cada dia que passa está mais bonita e mais engraçada.
Corre a casa toda a gatinhar, já se tenta levantar agarrada às coidas e com relativo sucesso, bate muito bem palminhas e o primeiro dentinho já deu o ar da sua graça.

Apesar de haver dias em que me sinto a mais e muito mal no meu trabalho, acho sinceramente que as pessoas não merecem que eu me vá abaixo, pois elas para mim não têm significado nenhum...

O que realmente interessa, o Meu Porto de Abrigo, está em casa sempre à minha espera ao final do dia. E esses sim merecem que eu esteja bem e que lhes dê o melhor de mim. Vocês sabem que eu vos amo...


Beijinhos a todas e obrigada por me continuarem a ler....
Até breve

20 outubro 2008

1ª. Palavra da Matilde...
















Este fim de semana enchi-me de orgulho da minha menina, do meu Tesourinho. Com 8 meses e meio a Matilde disse a 1ª. palavra. E adivinham qual foi? - Mamã. Mas aquilo dito pela minha filhota é tão fofinho.
Sou uma mãe orgulhosa, nunca pensei que me fosse sentir tão feliz ao ouvir a minha pipoquinha a chamar-me mamã. E andou todo o fim de semana a olhar para mim e a chamar-me.
Filhinha, a cada dia que passa amo-te mais. Agora vamos lá a dizer Papá porque ele bem merece.
Vivemos em função de TI, és e serás sempre o nosso Grande Amor.
Beijocas doces,
Carla
Depois de acabar de ler o livro que vos apresentei na 6ª. feira, este é o "senhor" que se segue. Deixo aqui a sinopse deste, que espero me dê tanto prazer a ler como o último.

Sinopse
Baunilha e chocolate: um contraste de cores e de sabores... que, no entanto, combinam muito bem. Como acontece, por vezes, no amor. Como aconteceu com Penelope e Andrea, duas pessoas de carácter e sensibilidade muito diferentes que, apesar disso, se amaram, casaram, tiveram três filhos e juntos partilharam os altos e baixos de um casamento que dura já há dezoito anos. Mas a certa altura a mágica alquimia quebra-se: Penelope, cansada das muitas e mal disfarçadas traições do marido, desiludida com o seu comportamento egoísta e infantil, abandona-o para reflectir sobre a forma de salvar a sua união e para o deixar a braços com os mil e um problemas da família, que até àquele momento caíram apenas sobre os seus ombros. Agora é a vez de ele superar as dificuldades. Para Andrea é um choque, porque, no fundo, nunca deixou de considerar Penelope como a única mulher da sua vida, aquela com quem sempre pôde contar. Para ambos, a separação é a oportunidade para fazerem um balanço das respectivas existências, para olharem para dentro de si mesmos com uma sinceridade impiedosa e para reviver o próprio passado, tentando compreender a causa de tantos erros e de tantas escolhas mal feitas. Mas neste percurso penoso, emerge pouco a pouco aquilo que ambos sempre souberam: o amor que os uniu ainda está vivo. Ferido, maltratado, resistiu aos assaltos do tempo e pode ainda gerar alegria e felicidade.
Cheio de humor na descrição das cenas da vida quotidiana, doce e nostálgico na evocação do passado dos protagonistas, comovente na forma como regista as suas fraquezas tão humanas, Baunilha e Chocolate é a história que todos gostaríamos de ler… para não perder a esperança, para reencontrar a confiança, para compreender mais alguma coisa sobre nós próprios.

E a minha cor é....

YELLOW

You are very perceptive and smart. You are clear and to the point and have a great sense of humor. You are always learning and searching for understanding.

Find out your color at QuizMeme.com!

17 outubro 2008

E finalmente é fim-de-semana...
Desde o inicio da semana que andava a implorar que chegasse a 6ª. Feira depressa. Ando com uma constipação e com uma tosse horrível á quase 2 semanas. E, isto faz com que me sinta tão cansada e sem forças para nada.
A minha sorte é que tenho o meu Marido e a minha Irmã que estão sempre presentes para me ajudar em tudo.
A Matildinha já entrou nos 8 mesinhos e com eles vieram muitas novidades. Já começou a dar as primeiras gatinhadelas, recuperou o apetite, e tagarela cada vez mais. Está um verdadeiro espanto este meu Tesourinho.
Do infantário só continua a vir elogios e a cada dia que passa dou mais valor ao relacionamento que ela e a minha filha afilhada têm. Ela e a Leonor são verdadeiras companheiras em tudo.
Os dentes é que parece que querem continuar de férias embora cada vez se babe mais, e adora levar tudo o que apanha nas mãos à boca.
Este fim-de-semana se o S. Pedro ajudar vamos fazer um passeio diferente, no Domingo vamos ao Funicular de Guindais, o carro vai ficar em casa e só utilizaremos os transportes públicos. Nada de andarmos “louquinhos” à procura de estacionamento. Depois na segunda trago novidades e se possível fotografias do nosso passeio.
Espero também acabar de ler o livro que me tem acompanhado nos últimos dias, estou a adorar, Feminino Singular de Sveva Casati Modignani. Este livro é muito especial para mim porque está autografado pela própria escritora. Eu adoro todos os livros dela que já li.
Aqui fica uma sinopse deste livro:
Martina: uma figura de mulher «singular». Amada por uns e criticada por outros, toda a sua vida esteve sob o olhar inquisidor das gentes de Vertova, incluindo o das próprias filhas…No decurso da sua existência, dos anos quarenta aos nossos dias, através das mais complicadas vicissitudes, ela tentará encontrar o caminho para atingir a sua autêntica vocação de mulher – gerar a vida. Terá três filhas, de três homens diferentes, sem desposar nenhum deles.A sua morte súbita, nas vésperas do Natal, provocará um tremendo choque no seio familiar, e será Vienna, a sua mãe, a desvendar os mais íntimos segredos dessa mulher tão enigmática. Através do seu relato, descobriremos que afinal elas têm mais em comum do que pensavam: todas são mulheres atraentes e independentes, que amaram e se deixaram amar, e que decidiram, sobretudo, enfrentar os cânones sociais em prol de um bem maior – a maternidade.

Quero aproveitar ao máximo o fim-de-semana que passa tão rápido e quando nos apercebermos já passou e já é segunda-feira
Beijinhos a todas e aproveitem ao máximo estes dias de descanso!!!
Carla

14 outubro 2008

A minha Família....


A Matilde já recuperou o apetite, graças ás vitaminas. A cada dia que passa está mais desenvolvida a minha filhota. Já começou a gatinhar , agora ninguém a pára. Cada vez está mais traquina a minha pipoquinha.
A semana passada ficou 2 dias em casa doentinha, com uma tosse que até assustava, mas agora já está bem.

Deixo-vos aqui mais uma foto da nossa princesa. Nem acredito que já passaram 8 meses de vida em conjunto com a nossa menina.
A cada dia que passa o meu amor por Ela aumenta.
Beijinhos a todas,
Carla e Matilde

Petição para instituição do Dia Nacional da Fertilidade - 21 de Junho

Vamos todos assinar aqui: http://www.peticao.com.pt/dia-nacional-fertilidade

03 outubro 2008

A Matilde nunca foi uma bebé de comer muito, sempre foi um verdadeiro pisco, aliás como eu sempre fiz referência. No entanto, nos últimos 15 dias as coisas têm-se agravado e agora as horas das refeições são um verdadeiro martírio, tanto para ela como para nós.
Ontem, depois de a auxiliar do infantário me ter dito que à hora de almoço as “coisas” não estiveram famosas decidi que o melhor que tinha a fazer era ligar ao pediatra. Como sempre e com a simpatia a calma que lhe é devida o medico lá me disse para a pequenita tomar as vitaminas Protovit e se a situação se mantivesse após 8 dias para lhe ligar que ele queria-a observar.
Portanto, a mamã já foi à farmácia à hora do meio-dia e a “senhorita” Matilde logo começa a tomar as vitaminas.
Ontem à noite depois de muito insistir que a menina jantasse ela ficou maldisposta e acabou por vomitar tudo. Serviu-me de lição e a partir de ontem mais vale comer pouco do que muito e não ficar com nada.
Agora durante o fim-de-semana vou ver se o apetite que anda fugido lá para os lados da D. Matildocas regresse em grande força.
Bom fim-de-semana e na segunda trago as novidades todas.

Beijinhos doces
Carla e Matilde

01 outubro 2008

Meu Amor:
Passou um mês desde que a mamã te deixou pela primeira vez no infantário, aquele dia não vou conseguir apagá-lo mais da minha mente. Custou muito te deixar lá, a minha vontade era tomar-te nos braços e trazer-te comigo. Mas a vida não é assim e temos que nos adaptar às mudanças. E esta mudança fez-nos bem às duas.
Neste mês
Tu mudaste muito. Estás mais comunicativa, já queres começar a gatinhar e delícias qualquer pessoa com as tuas gracinhas. Deixaste de ser a Matilde sossegada que sempre fostes e passastes a ser uma menina reguila. Adoro a tua maneira de te exprimires quando queres alguma coisa e por algum motivo estamos distraídos e não te damos a devida atenção. E quando assim é, Tu brindas-nos com os teus gritinhos que parecem o de um gatinho assanhado.
Em relação ao comer as “coisas” também já estão melhores, a não ser para o leite a quem parece que abriste guerra.
Ontem, quando te fomos buscar ao final do dia ficamos deliciados ao ver a fotografias que tu e todos os meninos tinha à entrada, numa montagem onde todos estavam sentados num comboio e dava a boas vindas a todos. São nestas pequenas coisas que se vê que as funcionárias daquela instituição têm gosto naquilo que fazem. De todas as funcionárias da creche só tenho de agradecer a forma com te tratam. Um enorme bem-haja a todas….
A cada dia que passa Amamos-
Te mais e a nossa intenção, da mamã e do papá, é de proteger sempre a Nossa Princesa MATILDE…. Filha amamos-te como ir daqui ao infinito e voltar e ainda mais um bocadinho...
Com Amor,
Carla

23 setembro 2008

...Afinal o maridinho conseguiu voo mais cedo e regressa hoje de Berlim.
Claro está que quando ontem ele me ligou a dizer fiquei toda contente. O meu amor faz-me falta, sem ele por perto parece que ando perdida, realmente ele é e será sempre o Meu Porto de Abrigo. Com ele por perto sinto-me protegida e os maus pensamentos que me asolam a cabeça são mais dissimulados.
Acreditem estou mesmo mal habituada, porque tenho um Marido que Sempre, mas Sempre me apoiou em todas as adversidades que passamos ao longo da vida.
Por isso, hoje quando sair do trabalho vou logo a correr buscar a minha fofinha ao infantário, embora saia todos os dias a correr para a ir buscar, e vou para casa preparar a nossa menina para receber o papá.
Nestas viagens o que mais lhe custa é ficar afastado da nossa princesa, e como eu o compreendo, e eu só fico umas horas por dia. Realmente como já se devem ter apercebido tenho um Amor tão Grande pelo meu Marido que quando ele não está ando sempre triste, sinto-me vazia.
Ainda ontem ao meio dia quando falei com ele fiquei tão zangada comigo mesma, porque julguei que o estava a animar e só o estava a fazer ficar pior. Pus-me a contar que a Matilde já de senta sozinha e que já aguenta ssim algum tempo a brincar e que está com umas expressões novas muito fotogénicas e senti na sua voz uma tristeza. Desculpa amor não foi por mal. Eu só queria que TU soubesses que estás sempre presente no nosso dia-a-dia.

Eu e a Matilde amamos-te daqui ao Infinito...

22 setembro 2008

Olá a todas!!!
Passei aqui só para vos desejar uma óptima semana e para partilhar esta música com vocês:


Eu e a Matilde estamos óptimas, com muitas saudades do nosso amor, mas 4ª. feira já estamos outra vez os 3 juntos.

Beijinhos cheios de carinho.

17 setembro 2008

Saudade,
Esta é a palavra mais acertada do meu estado de espirito hoje.
Tenho saudades de estar 24 horas com a minha menina, de poder estar lá sempre que ela precisa de mim.
Apesar de saber que ela está muito bem no infantário, que é muito bem tratada e que todos adoram a minha Matildinha porque ela é um amor, eu Queria estar com ela.
A minha pipoca a cada dia que passa está mais engraçada e é um consolo vê-la a brincar com a minha Leonorzinha, a minha filha-afilhada como eu carinhosamente lhe chamo.
Ela e a prima entendem-se muito bem, brincam muito juntas e andam no mesmo infantário o que me deixa mais descansada porque apesar de andarem em salinhas separadas elas estão muito tempo juntas.
Quando se é mãe a nossa vida muda completamente, isto pode soar a frase feita, mas na realidade não podia ser mais verdade. Sinto que agora apesar de tudo a minha Filha é o MEU GRANDE AMOR!!!
O meu Outro Amor, o Meu Maridinho, partiu ontem para a Alemanha em trabalho, por isso, hoje e durante uma semana andarei preocupada pois nunca sabemos o que poderá acontecer.
Vou tentar manter-me o mais ocupada possivel e acreditar que os dias vão passar rapidamente. Ele ontem ia com as lágrimas nos olhos pois nunca esteve tanto tempo sem ver o seu tesourinho. Amor volta depressa, eu e a Matilde precisamos muito de ti.
Beijinhos a todas,
Carla

11 setembro 2008

Novidades Nossas!!!

Faz hoje precisamennte uma semana que eu regressei ao trabalho, após 10 longos meses de ausência, e a Matildocas foi para o infantário.
Na 5ª. feira passada quando a deixei senti um vazio tão grande e senti que a educadora, que verdade seja dito é muito meiguinha, me retirou o meu tesourinho dos braços. Saí de lá com as lágrimas a rolarem-me pela cara a baixo.
Ao meio dia liguei para o infantário para saber como tinha estado a minha princesa e a auxiliar disse-me que ela estava muito bem.
Às 17h30m saí do trabalho a correr para a ir buscar e a "desfazer" de beijos e mimos. Partiu-me o coração ver a minha menina a soluçar por ter estado a chorar. No entanto, a auxiliar disse-me que ela só ficou assim porque a sentou na cadeira e a safadinha queria era estar no tapete a brincar.
Na 6ª. feira ao meio dia tive o telefonema da educadora da Matilde que estava extremamente preocupada porque a menina fez o favor de fazer uma valente perrice na hora da sopa e ela não sabia mais o que lhe fazer. Eu lá lhe expliquei que isso em casa às vezes também acontecia mas que normalmente eu reolvia o problema com a colher numa mão e a chupeta na outra, ou seja, quando ela abre a boca para por a chupeta eu enfio.lhe a colher da comida.
Ela lá me disse que então a partir de 2ª. feira quando lhe desse estas "ondas" elas fariam assim.
A 6ª. feira acabou por passar depressa e com tudo isto chegou o tão esperado fim de semana que para além das habituais compras de sábado de manhã foi todo dedicado à nossa menina.
Desde 2ª. feira que a minha filhota fica muito bem no infantário de manhã, nem o facto de ir o pai e a mãe a levar faz com que ela fique pior, e ao final do dia nunca quer vir embora. Este facto deixa-me muito mais descansada em relação ao infantário onde a minha menina está, pois é sinal que ela lá é muito bem tratada.
Agora com o meu horário muito mais ocupado, pois deixei de estar permanentemente em casa, tendo muitas vezes que me esforçar para cumprir horários, noto que dou mais valor ao tempo e que tento aproveitar ao máximo cada minuto, ou mesmo cada segundo livre que tenho para estar com a minha menina.
Acreditem cada vez sou mais realizada, Sou MÃE 24 horas por dia, e afinal esse foi sempre o meu desejo....

04 setembro 2008

1º. Dia do Infantário

... Pois é a minha menina, o meu tesourinho hoje já foi para o infantário. Podem não acreditar mas ando com um nó na garganta tão grande, apesar de saber que ela está bem (é que já liguei para lá).
Hoje é um dia de grandes mudanças, a pequenina vai para a escolinha e a mãe regressa ao trabalho após 10 meses de ausência. Mas que me perdoem os meus chefes mas hoje o meu pensamento está na minha menina que é tão pequenina e já deu um passinho para a sua independência. Acreditem que me custou mais a mim do que a ela. A Matildinha quando eu saí a chorar estava ao colo da educadora a rir-se e muito admirada com tudo à volta dela. Ao meio dia quando liguei estava a rir-se porque lhe estavam a por o babete para almoçar.
No entanto, o meu coração de mãe está tão apertadinho. Se eu pudesse estaria ao lado da minha menina a "sufocá-la"de beijos e carinhos que foi o que eu fiz durante estes quase 7 meses.
A minha filha, acreditem, é a minha vida; não deixando nunca o meu marido, mas é uma amor diferente que nos enche o coração. E quero lá saber das pessoas que me criticam e me chamam mãe galinha, admito que o sou e com muito gosto.
Daqui em diante prometo que deixarei mais assiduamente mais novidades nossas.
Beijinhos a todas,
Carla

31 agosto 2008

A minha Prncesa

Fotos das Nossas Férias
Cada vez maior, mais crescida e mais bonita....

Um beijinho com muito carinho a Todas as minhas Titis deste mundo fantástico...

Na próxima quinta feira a minha menina já vai para o infantário. Podem não acreditar mas já ando aqui com um nó na garganta tão mas tão grande. Eu sei que este dia acabaria por chegar, mas nunca pensei que me ia custar assim tanto. Sou uma verdadeira Mãe Galinha, se pudesse ficaria sempre com a minha princezinha debaixo das minhas saias. Tenho medo que ela precise de mim e que eu não esteja presente para a poder simplesmente aconchegar junto a mim.
Acreditem que é com as lágrimas nos olhos e com um nó na garganta que escrevo isto, e apesar, do meu marido me dizer que tem de ser assim não consigo deixar de sentir esta tristeza.
Mas tenho de me conformar e aproveitar cada segundo com a minha menina enquanto temos as 24 horas do dia só para nós...

01 agosto 2008

Novidades Nossas...

... Pois é já se passaram quase 6 meses de vida em comum com a nossa princezinha, a Matilde.
Agora que já acabaram os meses de licença de maternidade e 1 mês de baixa, entrei oficialmente de férias. Como o meu emprego fecha sempre em Agosto dá para ficar com a Matilde sem ter de meter mais baixa, uma vez que a pequenota só vai no dia 04 de Setembro para o infantário.
Por isso agora cada dia que passa é a certeza que é menos um que passo 24 horas com a minha menina, o meu tesourinho.
Já ando um bocadinho triste só de pensar que não vou ter sempre a minha filhota à minha beira, no entanto, a vida é assim mesmo e acho que nos vai fazer muito bem às duas, mas principalmente à senhorita Matilde.
A cada dia que passa está mais crescida e mais safada.
Para comer a menina às vezes gosta de fazer gazeta. As papas então nem se fala. Desde os 4 meses que andamos dia após dia a experimenter papas novas, e cada uma a mais terrível para a pequenota.
Mas com muita paciência e muita roupa suja, quer minha quer da Matilde, lá vamos fazendo alguns progressos.
A sopa ela adora desde o primeiro dia , a que ela gosta mais é a de alface e depois a de feijão verde. Todos os dias agora é uma descoberta de sabores novos. E depois do almoço e do jantar não dispensa o seu boião de frutas variadas.
Dorme sempre uma bela soneca de tarde e é nessa altura que eu aproveito para organizar as coisas aqui em casa, e confesso, que muitas vezes aproveito para descansar ou ler um bocado.
Depois do jantar brinca sempre um bocadinho ou no ginásio ou na caminha e de seguida dorme sempre. Por volta da meia noite lá toma o seu leitinho e torna a dormir até por volta das 6h onde tem de beber novamentente o seu "abastecimento" como dizemos cá em casa na brincadeira.
E é assim o nosso dia a dia. Brincamos muito as duas, damos os nossos passeios que a Matilde tanto gosta, farto-me de falar com ela e acreditem que às vezes dou por mim a fazer cada figurinha. Mas não me importo nem um bocadinho, dá-me imenso prazer. Aproveito cada instante, cada segundo quando estamos as duas e esperamos sempre ansiosamente pelo final da tarde quando chega o papá. Adoro ver as brincadeiras que eles têm, as gracinhas que ela faz quando está a tentar chamar à atenção.
O banho é dos momentos mais esperados e agradável do dia, ela adora.
É uma bebé muito alegre, bem disposta e que adora tirar fotografias e passear.
Isto de novidades já vai longo e agora tenho mais uma fraldita para mudar.
Acreditem que olhando agora para a Matilde valeu mesmo a pena e teria passado por tudo novamente, todos os ttt, todos os sacrificios de uma gravidez de risco e mesmo do meu pós parto muito complicadissimo com uma infecção hospitalar que me levou 2 vezes à sala de operações e a um longo mês de internamento. Só de olhar para a minha filhinha fico embebecida, cada dia mais apaixonada por ela. De uma coisa pela minha princezinha e pelo meu marido, meu companheiro de todas horas; principalmente as mais dificeis farei tudo ao longo da vida.
Deixo aqui muitos beijinhos cheios de carinho e muitos miminhos para todas as minhas amiguinhas do coração que sempre me acompanharam ao longo de toda esta caminhada.
Nunca mas nunca desistam dos vossos sonhos, Acreditem que TUDO é possível...
Matilde e Carla


05 julho 2008

...Apresento-vos a minha princesa...

Olá a Todas!!!
Estamos bem as duas. Eu cada vez mais apaixonada pela minha princezinha.
Digam lá se a minha menina não é LINDAAAAAAAAAA....
Beijinhos a todas. Nunca vos esquecerei por tudo que já partilhamos juntas.

01 julho 2008

... Bem vindas ao Mundo Pinkies...

Eu sei que tenho andado muito desaparecida deste mundo maravilhoso onde conheci amigas que guardarei para sempre, amigas que me acompanharam sempre e que eu continuo a acompanhar mesmo sem escrever nada.

A Matilde está óptima, apesar de ser um verdadeiro "pisco" para comer. Como não sei mais o que lhe faça vamos hoje ao pediatra para ver se ele lhe dá umas vitaminas. Depois prometo conto todas as novidades destes quase 5 meses maravilhosos.
Queria só deixar uma beijinho muito especial à Cláudinha pelo nascimento das suas duas princesas. Por tudo que já passastes TU mereces.


Beijinhos a todas meus e da vossa sobrinhita Matildocas.

14 abril 2008

Parabéns Afilhadinha!!!




... O tempo passa mesmo a correr.
Já passou 1 aninho desde que nasceste minha querida afilhadinha.
Os teus padrinhos não podiam deixar passar este momento em branco.
Muitos parabéns minha querida afilhada; cada dia gostamos mais de ti.
Beijinhos nossos e da tua priminha Matilde.

01 abril 2008


Pois é, hoje foi o primeiro dia que ficamos as duas sem o meu maridinho, é que com tudo isto que se passou desde o nascimento da Matilde o Amor das nossas vidas ficou em casa quase dois meses.
Hoje apesar de ter custado muito ao paizinho ir trabalhar e deixar a sua menina em casa, a mim também me custou muito. Não quero ser egoista ao ponto de dizer que me custou mais a mim, porque eu fiquei com a Matilde, mas custou-me muito saber que não ia ter o seu apoio, como tive até ontem 24 horas por dia.
De manhã quando saiu de casa ia com a lagrimita no olho que até a mim me deixou com um nó na garganta.
O que nos deixa mais animaditos é que daqui a 19 dias o maridito já está de férias 3 semaninhas para podermos disfrutar em pleno da nossa filhota.
Agora enquanto eu estou aqui o pai está a encher a nossa menina de mimo, um momento que eu seu que ele esperou todo o dia.
Para Ti meu Amor muito obrigada por tudo, eu e a Matilde Adoramos-te....

26 março 2008

...Nascimento da Matilde...

...Finalmente e após uma longa ausência aqui estou eu para dar novidades nossas.
Já tinha saudades de vir aqui escrever nem que seja para mais tarde recordar todos os momentos que antecederam o nascimento da luz dos meus olhos e o seu mês e meio de vida.
Do quase mês e meio que antecedeu ao nascimento da Matilde as novidades são poucas. Tive que passar em repouso e fui mesmo internada uma semana para controlar a minha diabetes.
Na ultima semana de Janeiro na consulta com a obstetra a cesariana ficou marcada para o dia 11 de fevereiro, dia em que completava 38 semanas. No entanto, a minha filhota não quis esperar e no dia 06 de Fevereiro decidiu dar o ar da sua graça.
No dia 05 passei-o todo no sofá com umas dores muito esquisitas e à noite fartei-me de vomitar; resolvi passar a noite em casa e se continuasse assim iria no dias seguinte ao hospital. Ainda hoje ao escrever este post me lembro da noite horrivel que tive e parece que nunca mais passava. De manhã lá me vesti com a ajuda da minha irmã, chamamos um táxi e lá fomos nós para as urgências do hospital Pedro Hispano.
Depois de passarmos pela triagem, lá seguimos para a urgência da obstetricia. Quando cheguei fui logo chamada para fazer o ctg. Quando acabou lá veio o obstetra que horas mais tarde fez vir a Matilde ao mundo, e uma semana mais tarde me salvou a vida. Depois de ver o traçado do ctg concluiu que eu não tinha contracções mas que a minha pipoquinha estava muito paradinha, mandou-me passar para outra sala para me poder observar. Depois de me fazer o toque chegou à conclusão que já tinha 80% do colo do utero aberto e que, por isso, a princesa iria nascer nesse dia. Como tinha tomado o pequeno almoço a cesariana ficou agendada para as 16h00.
A minha irmã já estava numa grande ansiedade na sala de espera e o meu amorzito quando lhe liguei ficou logo todo emocionado com o facto de ser aquele o dia de irmos conhecer a nossa princezinha.
Depois de me ser administrada a epidural lá ficamos à espera da hora de ir para o bloco. Por volta das 17h00 lá descemos, claro está que o meu maridinho foi connosco até onde lhe foi permitido.
A cesariana correu bem e às 17h45 já tinha a minha menina à minha beira por uns escassos 5 minutos. Acreditem, foi o Melhor Momento da minha Vida.
A Matilde depois veio para cima para ser lavada e para mamar e foi aí que as coisas começaram a andar para trás. A minha pipoquinha não conseguia beber e respirar ao mesmo tempo, tiveram que lhe aspirar os pulmões e tinha as glicemias muito baixas, por tudo isto, a pediatra achou melhor e por precaução ela ir para a neonatologia. Ao fim de estar quase 4 horas no recobro vinha toda feliz porque finalmente ia poder estar com a minha menina e com o meu marido, mas ao chegar à beira da enfermeira e ao perguntar como estava a minha filhota ela disse-me que ela apesar de estar bem tinha ido para a Neo como uma medida de precaução. Fiquei tão desorientada que parece que tinha levado com uma balde de água fria.
Quando cheguei à enfermaria fiquei tão triste porque vi a 1ª. roupinha dela no berço e vi-o lá vazio. Foi esse mesmo vazio que senti.
Na 5ª. feira logo de manhã pedi logo à enfermeira para me deixar ir ver a minha menina, e assim foi. Passei o dia todo lá à beirinha dela, quase não podia estar de pé, mas por outro lado, não conseguia sair de lá.
A partir de 6ª. feira as coisas começaram a correr para trás, comecei a ter febres altas e os meus intestinos teimavam em não funcionar. Até Domingo pouco ou nada vi a Matilde porque não conseguia andar. No Domingo veio um cirurgião para ver a minha situação e depois de fazer um TAC resolveram-me administrar uns antibióticos para ver se os intestinos iriam funcionar. Realmente nessa noite os intestinos funcionaram e logo na 2ª. feira e manhã estava na Neo à beira da minha menina. No entanto, as febres altas mantinham-se e mantiveram-se assim até 4ª. feira lçtura em que passou o obstetra que me fez a cesariana e que reparou que eu tinha a ferida da cicatriz infectada.
Para abreviar fiquei 26 dias internada com uma infecção hospitalar bastante rara com direito a isolamento e tudo. Desde a cesariana da Matilde fui operada mais 2 vezes, uma para me ser retirada toda a infecção e a outra para me fechar a ferida, pois durante 5 dias teve que ficar aberta com placas de carvão activado.
Agora vendo bem as coisas sei que foi p mwu obstetra que me salvou a vida e a ele lhe devo o facto de estar aqui à beira da minha filhinha.
Hoje ao escrever isto ainda fico com um nó na garganta, mas agora já passou o mau tempo. Foram 26 dias horriveis de grande sofrimento, mas o que me fez sempre ter força foi o olhar todos os dias para a minha filha e ao amor que o Amor da Minha Vida sempre me depositou. A minha maninha também foi adorável, foi um grande apoio, a Ti minha maninha muito obrigada.
Hoje, a minha filhinha enquanto eu escrevo tudo isto está ao colo da madrinha, a minha irmã, com uma serenidade que a marca desde o 1º. dia.
Amo-a cada dia mais e não consigo ver a minha vida sem ela. Apesar de todo o sofrimento que passei para a ter nos meus braços, isso já está tudo esquecido.
A minha filha é fruto de um grande amor e de uma grande luta.
Agora que já está tudo mais calmo prometo que virei aqui sempre de possível escrever novidades do desenvolvimento da vossa Sobrinha.
Beijinhos a todas as titis da Matilde.
Até breve,
Carla e Matilde.