29 dezembro 2008


Rinofaringite
Inflamação da faringe nasal, com origem bacteriana ou viral, sobretudo no lactente e na criança. Provoca febre moderada em geral de manhã, secreção nasal e faríngea e dificuldade em respirar.

Sintomas
Corrimento e obstrução do nariz, espirros, ressonar, tosse, febre, por vezes com inflamação dos olhos, dos ouvidos (sem otite declarada) e da traqueia, que agrava a tosse. São factores favoráveis a entrada em creches e escolas, o frio e a humidade, os erros dietéticos, a anatomia da criança pequena e a posição de deitado.

Pessoas mais em risco
É uma etapa obrigatória do desenvolvimento da imunidade nas crianças com menos de 7 anos.

Porque dói?
É a irritação da mucosa do nariz e da garganta que provoca a dor: sensação de picada ou de queimadura da mucosa faringea, deglutição difícil, tosse que causa dor e irradiação para os ouvidos, dores de dentes, mal-estar devido a obstrução do nariz, secura das fossas nasais. O soltar da tosse, muito útil no processo de cura, pode provocar dores e perturbar a respiração. A febre causa por vezes dores de cabeça latejantes. Podem surgir dores nos olhos ou musculares. Na criança muito pequena, são de recear complicações, como uma otite, uma rinobronquite ou uma laringite.

O que pode fazer?
• Lave o nariz com soro fisiológico ou utilize uma bomba própria para extrair as secreções nasais do bebé. Na criança mais velha, faça-a assoar-se para evitar otites.
• Controle a febre: não tente fazê-la baixar à força (a febre ajuda a destruir o vírus responsável), mas alivie o desconforto. Se a febre for superior a 39°C, dê à criança um banho com água com 2°C a menos que a sua temperatura durante 5 a 10 minutos. Repita, se necessário, ou aplique compressas húmidas. Utilize com moderação antipiréticos (contra a febre), como aspirina e paracetamol. Alivie o regime alimentar em proteínas, mesmo do leite (reduza o número de medidas para o mesmo volume de água). Mantenha a criança bem hidratada, sobretudo se for muito pequena. Não fume na sua presença. Areje o quarto, diminua a temperatura (20 °C no máximo), sobretudo se o aquecedor for eléctrico, pois seca o ar.
• Em caso de tosse, deite a criança com a cabeça mais elevada que o corpo ou suba a cabeceira da cama.• É imperativo consultar o médico em caso de uma primeira rinofaringite numa criança pequena, se tiver menos de 3 meses, febre alta ou mal tolerada, dificuldades respiratórias evidentes ou persistentes após 48 horas de evolução, se recusar a comer, se vomitar ou se tiver diarreia.




(festinha de natal do infantário)

...Pois é para além de muitas prendinhas no sapatinho este ano a Matilde apanhou também uma rinofaringite.

Ontem, como a febre chegava aos 39,5º. lá fomos nós com a princesa para o Hospital da Trofa. Nunca a tinha visto assim, estava tão vermelha, tão quente e tão babosa. Coitadinha mas apesar de tudo fazia um grande esforço para sorrir e só ao fim de ser atendida e de administrarem o medicamento para baixar a febre é que começou a chorar. A mim e ao pai cortou-nos o coração vê-la assim, sem podermos fazer mais do que já estavamos a fazer.
Mas depois a febre lá começou a dar tréguas e podemos finalmente trazer a nossa menina para casa.
No entanto, durante estas próximas 48 horas temos que observar todos os sintomas e se algum se agravar temos de voltar lá para que o caso seja reavaliado.
Em casa estamos os 3 doentes, eu e o meu amorzito estamos com uma "senhora" gripe.
Com isto da Matilde tenho novamente que ficar em casa, não há quem aguente, todos os meses tenho que faltar ao trabalho. Mas ontem a pediatra das urgências foi muito clara ao dizer que a bonequinha tinha que ficar em casa e não dava por isso autorização a que fosse para o infantário.

Mas como ela está tão frágil e com poucas defesas eu nem coloco a hipótese de me afastar dela nem por um segundo que seja...

RecadosAnimados.com



Desejo-vos um óptimo Ano de 2009 e que nunca desistam dos Vossos Sonhos.
Beijinhos,
Carla e Matilde

6 comentários:

Angela disse...

Estou na mesma, estes bichos malvados não dão tréguas.
Beijos e melhoras

Barriguita disse...

é realmente díficil este 1º ano. as melhoras e tudo de bom para 2009!
beijocas

Kitty disse...

Espero que já tenha passado!

Feliz Ano Novo!
Que em 2009 realizes todos os teus desejos!

Beijinho

Nina disse...

Espero que a princesinha já esteja de perfeita saúde.
Beijinhos aos 3 e Feliz 2009

Susana Pina disse...

Espero que a Matilde esteja já recuperada e que tenham entrado o Ano sem doenças.Por cá também tivemos a nossa conta de gripes...
Bjs grandes e um Feliz 2009 para vós
Susana

Mary disse...

POis... eu percebo... por aqui a contipação voltou novamente...
BJs