17 junho 2009

Olá a todas...
Em primeiro lugar peço imensa desculpa por esta minha ausência.
Mas ando com muita falta de tempo e a disposição também não é das melhores, e não quero fazer deste cantinho o meu muro das lamentações.
É verdade ando cansada, a implorar que chegue o mês de Agosto, para ficar simplesmente em casa. Sem ter horas para nada, a não ser tratar da Matilde e dar uns valentes passeios com ela, pois a cachopa só quer rua, isto durante a primeira quinzena, porque depois já temos a companhia do papá e vamos uns dias até Mangualde. A Matilde adora lá estar porque anda de manhã à noite na rua a passear.
Bem mas até lá ainda falta um mês e meio de trabalho e por isso não vale a pena estar para aqui assim. Consegui sair meia hora mais cedo ao final do dia, até ao final de Julho, o que já é muito bom.
A semana passada fomos ao pediatra com a menina Matilde, e ela está mesmo a estudar para modelo, com 16 meses pesa 8.760 e mede 78.2cms. Mas o médico disse que ela estava com um desenvolvimento psico-motor muito bom e que tinha cara de ser uma autêntica safada. Nisso ele acertou a 100%.
Na quarta-feira eram 9h00 e já estavamos com a senhorita nas urgências porque ela decidiu que quer ser paraquedista e trepou para cima das grades da minha cama, que é de ferro, e depois atirou-se de lá abaixo. Resultado: caiu estatelada, isto às 8h00 da manhã. Claro está que chorava ela para um lado e eu para o outro. Fiquei em pânico, mas para ficar descansada, não fosse a menina ter feito algum traumatismo, lá a levamos às urgências para ser vista por um pediatra. Felizmente não teve nada, mas no Domingo lá estava a tentar fazer o mesmo...
Desde 2ª. feira que o maridito está em Lisboa, e a Matilde desta vez estranhou muito e desde que o pai foi que todos os dias chora e chama pelo papá: anda sempre "oh Zée", isto é a maneira que a minha pipoquinha trata o pai. E diga-se de passagem o papá fica todo babado. Mas ando triste de ver a minha menina assim, e o pai nem se fala, e de ela ficar a chorar sempre que a deixo no infantário. Mas a vida é mesmo assim e ao final do dia encho-a de mimos e de brincadeiras só nossas, não tenho feito quase nada em casa.

A Matilde cada vez fala mais e já diz novas palavras:
- Nono (Leonor);
- popó (carro);
- vo (avô);
- vó (avó);
- sai.
Para já não me lembro de mais nenhuma nova.
Ando também entusiasmada a tentar inovar os meus dotes culinários, e esta semana, eu e a minha irmã, já fizemos uns croissants,uns folhados de salsicha e uns de fiambre, que diga-se de passagem estavam uma delicia. E ontem para a nossa sobremesa fizemos uma Baba de camelo, que simplesmente adoramos até a nossa Leonorzinha comeu e teve direito a a repetir.
E estas são as novidades possiveis da nossa parte.
Beijinhos e Até Breve,
Carla

4 comentários:

Maria Pereira disse...

Essas aventuras dos miudos acontecem sp, qd o meu era pequeno até pensei em comprar-lhe um capaceta, tal era q quatidade de cabeçadas que ele dava em todos o lado :)

Beijocas

Sem Desistir disse...

Tu e as aventuras da Princesa Matilde, ehehe.
Mãe sofre!! É preciso mesmo mt cuidado.
A tua filhote está mesmo elegante:)
Não vais no Domingo à 2ª Caminhada pela Fertilidade? É no Parque da Cidade pelas 10h. Basta só que te inscrevas (logistica) na APF.

bjinhos

Mary disse...

Muito linda! E quanto a treinar para modelo, acho que não é a única!
BJs

anareis disse...

Estou fazendo uma campanha de doações para meu projeto da minibiblioteca comunitária e outras atividades para crianças e adolescentes na minha comunidade carente aqui no Rio de Janeiro,preciso da ajuda de todas as pessoas de bom coração,pode doar de 5,00 a 20,00 ou pode doar livros,as doações em dinheiro podem ser enviadas por carta(correspondencia).Para qualquer tipo de doação é só enviar-me um email ,darei o endereço da remessa.Quem doa aos pobres empresta a DEUS.Faça uma visita aos meus blogs:Eulucinha.blogspot.com,ficarei feliz.Que DEUS abençõe todos nos.