27 junho 2006

Hoje, é mais um daqueles intermináveis dias em que não estou bem.
Esta tristeza e ansiedade teimam em não me deixar em paz e seguir a
minha vidinha como de costume.
Não tenho vontade de fazer nada, na verdade só me apetece estar sozinha sem falar, nem "aturar" ninguém. Como se costuma dizer, não estou para amar.
Estou com esperança que isto mude um bocadinho com a consulta de Psicologia.
Só me apetece chorar, chorar e chorar... Enfim não sei mais o que fazer para me animar.
Realmente, se eu devia de me deixar destas coisas e pensar na sorte que tive de não fazer parte das intermináveis listas de espera que teimam em fazer sofrer ainda mais os casais com problemas de infertilidade, e ver o lado positivo pois ao contrário da generalidade só tive de esperar 2 meses pela primeira consulta.
Mas sinceramente estou impaciente e estou mesmo desejosa por começar o tratamento que me conduza à tão desejosa FIV.
Uma coisa é certa quando venho aqui ao meu cantigo desabafar fico muito melhor e ao menos isso é uma coisa positiva...

7 comentários:

Clara Sonhadora disse...

Tens de levantar a cabeça e seguir em frente até ao dia D - assim ficas mal contigo e isso não é bom nem faz bem.

Anima-te

1 beijoca

Norita disse...

Sabe muito bem falar com uma psicologa, já passei pelo mesmo e fiquei tão mais leve, vais-te sentir diferente e pronta para enfrentar esse tratamento que se avisinha.
Beijinhos grandes com muita força e ternura

kitty disse...

E é para te animar que eu aqui estou!
Amanhã é outro dia!
A consulta de psicologia vai ajudar-te, mas lembra-te sempre:
SOMOS GUERREIRAS!
Vamos conseguir!
Beijinho

Tiquinha disse...

Vais gostar muito da consulta, eu gostei!!
Desculpa ter entrado assim mas vi no blog da lita que somos companheiras de hospital e de médica!!!
força
beijos
tica

cris disse...

Há dias assim, mais cinzentos, mas esta busca é mesmo assim, por isso calma porque a psicologa é a melhor pessoa para te ajudar!
Beijos grandes

stardust disse...

Neste caminho, é importante manter sempre a boa disposição, so ela consegue ajudar-nos a encarar tudo o q nos aparece pela frente, e acredita uma coisa a chegada da FIV não é o fim... é o começo!


Beijocas e alegra-te

Lita disse...

Coragem e beijinhos grandes!