11 setembro 2006

Olá amiguinhas.
E já estamos nós no começo de mais uma semana de trabalho.
Os fins de semana passam a correr e quando damos conta já é Domingo ao final do dia e já estamos a arranjar as coisas para mais uns dias de trabalho que se avizinham.
Se por um lado acho que os fins de semana passam a correr, por outro até imploro que todos os dias passem assim até ao dia 30, pois é, como vocês sabem, quando começo a bendita estimulação.
Acho que para meu bem e sobretudo para a sanidade do meu casamento, pois o meu maridinho também andava a ficar muito saturado com o meu comportamento, acho que vou aceitar o conselho de algumas pessoas que já passaram pelo mesmo e levar isto tudo de ânimo leve.
No Sábado li este livro e aprendi muito com ele. Numa parte diz que os casais saiem muito afectados com os ciclos das FIV's e acho que, no meu caso, isto é totalmente verdade, pois eu ando tão ansiosa que tenho a noção que infernizo a vida das pessoas que mais amo, e sobretudo a do meu maridinho.

Pois na maioria das vezes esqueço-me que Tu Meu Amor sofres tanto como eu, mas à excepção que o fazes no silêncio pois tens o cuidado de não o fazeres junto de mim para não aumentares o meu sofrimento. Até nisso Tu me pões em primeiro lugar...Obrigada por estares Sempre a amparar o meu Caminho para que a Queda não seja tão grande...
Quero por isso, vos pedir desculpa e a ti meu amor dizer que te Amo muito e que para o nosso bem, vou ver isto como mais uma etapa muito importante que estamos a atravessar na nossa Vida e que junto vamos conseguir.
A vocês minhas amigas só vos quero agradecer uma vez mais pelo apoio que me têm dado e quero que saibam também uma vez mais que vos trago a todas no coração.

Para terminar, minha amiguinha Piolhinha, peço-te que não desistas do teu cantinho, porque é lá muitas vezes que eu encontro forças para continuar. És adorável e afável e eu tenho muito orgulho em te ter conhecido e te ter como amiga. Não desistas e acredita que o teu dia também vai chegar, pois Tu
és ....Uma Guerreira,
Boa Semana....Beijinhos a todas...

12 comentários:

Luna2 disse...

De facto a infertilidade faz estragos em qualquer relacionamento, mas se nos amamos temos que ter essa força de nos entendermos. é uma prova que já deixou alguns casais á deriva. Mas como tu bem o fizeste agora, reconhecendo o que nos torna frageis e compreender a dor do outro tambem é meio caminho andado para se sair de tudo isto, com casamento até mais sólido. E aguardamos ansiosamente Outubro...
Beijinhos e muita força...
E nada de sentimentos de culpa...porque esta luta é sempre a a dividir por dois.

PatLeal disse...

Tu tb és amiga e vai correr tudo bem vais ver.

Jocas grandes e xi apertadinho, ta?

cris disse...

Fico feliz por estares bem. Quanto ao livro, também o tenho e considero ser um dos melhores nesta área.
Beijocas

kitty disse...

:)
Vai correr tudo bem!
Boa semana
Beijinho

Norita disse...

Minha linda, então foi uma fase má que passou?? Espero que sim, desculpa não te dar tanto apoio neste momento, mas mal consigo vir aos blog e no MSN não tenho a disponibilidade que queria ter para te dar forças e atenção, mas quero que saibas que estou sempre contigo e a torcer muito para que este tratamento resulte, só não podes é andar ansiosa pois isso são logo pontos negativos contra ti, vamos muito animo e vais ver que o teu sonho vai chegar em breve.
Beijinhos grandes cheios de carinho e ternura

Anónimo disse...

Não sabia que trabalhavas 7 dias à semana. Só se foôr noutra encarnação.
E conhecendo-te tão bem grande parte dos fins-de-semana são passeios e mais passeios.
Mesmo assím BEIJINHOS e um AMO-TE MUITO.

Anónimo disse...

Já agora desculpa o erro do FOÔR - mas sim fôr.

Lita disse...

A infertilidade cria desgaste, mas temos sempre de tentar dar a volta por cima. Arranjar alternativas e escapes.
Eu sempre que posso vou passar o fim de semana fora com o maridão. são momentos só nossos em que a nossa cumplicidade acaba sempre por sair mais reforçada.

Um grande beijinho,
Lita

embuscadeumaestrela disse...

Miga,

como eu te compreendo, é uma grande prova para qualquer casal, não é fácil, ambos sofremos, cada um à sua maneira, parece que no geral os homens sofrem calados, e é mais dificil para nós ajudá-los,mas como aquilo que não nos mata, torna-nos mais fortes, só poderemos esperar que a nossas relações ficam mais sólidas e com uma enorme vontade de partilhar o amor pela nossa estrelinha, que irá brilhar.
Não podemos perder a ESPERANÇA,

Jokas

Barriguita disse...

olá!
gosto tanto de te ver assim mais animadita! e fiquei comovida com as tuas palavras, imagina o teu marido... ele que te trate bem (mas tenho a certeza que o faz!)

Só posso dizer que vai correr tudo bem... lembraste da nossa última conversa? ;)
Beijocas

Clara Sonhadora disse...

Dia 30 está já aí - esse livro ia ser leitura de férias, mas estava esgotado... a ver se volto à loja em breve.
Para o que precisares, sonhosdeclara@hotmail.com. ;)

Lita disse...

Minha querida
vou partilhar contigo um pouquinho da minha experiência, espero que ajude. Quando descobrimos que sofriamos de infertilidade senti que o mundo desabou na minha cabeça! E sentia-me furiosa com o R. porque afinal, o problema eatava nele e era eu que andava a chorar pelos cantos! Um dia, quando tivemos o diagnóstico definitivo do andrologista, fui encontrar o R. sentado no chão do quarto, lavado em lágrimas! Pela primeira vez, senti que o problema também o afectava! Agora, com a mudança de casa, ando demasiado stressada e talvez sinta mais o facto de o R. não participar tanto como deveria, nas tarefas de casa (fica tudo para mim, o que me irrita profundamente!!!), o que acho que nos está a afectar. Eu sei que valorizo mais estes aspectos, por estar mais sensível!
É inevitável que ocorram estes abalos, a não ser que os dois sejam almas gémeas, o que é improvável!
Tenta ser mais paciente e controlar a ansiedade ("diz o roto ao nú").É tudo uma fase e vai passar!
Beijinhos grandes