06 abril 2011

Divagações...


A minha vida nestes últimos tempos tem dado muitas voltas, mais parece uma autêntica montanha russa. Na maior parte das vezes olho para a minha filha e isso basta-me para levantar a cabeça e seguir em frente. No entanto, existem alturas em que me sinto tão embaixo que nem olhar para ela me basta. Existem alturas em que olhar para a minha menina faz-me ver o futuro com tanta incerteza….

Queria ser diferente, queria ir para a cama e conseguir dormir, queria não ser tão pessimista, mas simplesmente não consigo…

Queria dar apoio a quem sempre me deu a mim quando eu sempre precisei, e agora está a precisar…

Mas a única coisa que tenho feito é recriminar e insistentemente ser egoísta e só pensar em mim. Se tenho esperança no futuro? – Como não poderia ter, tenho uma filha e um marido maravilhosos, e sou uma autêntica sonhadora, mas também é por eles que tenho muito medo e é esse mesmo medo que me consome todos os dias.

Acredito que melhores tempos virão e que isto são unicamente nuvens muito cinzentas, mas também passageiras e que depressa se dissiparão no horizonte….

Sem comentários: